Você quer saber tudo sobre o que é o pelotão militar? Neste artigo, o Estratégia Militares trouxe todas as informações que você precisa para compreender tudo sobre essa subunidade militar. Acompanhe e entenda!

O que é um Pelotão?

É uma fração constituída por aproximadamente 50 militares a fim de cumprir missões que contribuam para o êxito das tarefas do escalão imediatamente superior, o qual é representado pela companhia.

A maioria dos pelotões atua de forma subordinada à subunidade enquadrante. Os que possuem autonomia administrativa são aqueles sediados em locais isolados, ou seja, distantes da companhia ou da organização enquadrante.

A utilização dos pelotões, como é feita na atualidade, é recente. Eles foram criados devido à necessidade de organizar as tropas, levando em consideração o crescimento exponencial do efetivo das Forças Armadas.

Quantos militares um Pelotão possui?

O pelotão é uma subunidade militar encarregada de cumprir as missões designadas pela companhia ou pelo batalhão. Tendo em vista essa definição, é perceptível que o pelotão possui missões altamente específicas que devem ser cumpridas de acordo com o rigor da corporação em que estão enquadrados.

O efetivo militar composto por um pelotão varia de acordo com o grau de especificidade e das missões atribuídas à fração. De qualquer forma, um Pelotão, por sua natureza, tem uma área de responsabilidade reduzida e, por isso, emprega um efetivo de 40 a 50 militares.

Quem comanda o Pelotão?

Independentemente da subunidade ou unidade militar, o cargo de comandante deve sempre ser ocupado por alguém com formação militar alinhada com as necessidades da tropa, de forma que possa empregar os conhecimentos específicos adquiridos na sua preparação. Desse modo, na teoria, um pelotão de suprimento jamais será comandado por um infante.

Por isso, o cargo de comandante do pelotão é designado a um 1º/2º Tenente que possua formação e habilitações inerentes ao emprego da fração. Por exemplo, se um pelotão que emprega missões específicas da Arma de Cavalaria, ele deve ser comandado por um militar formado e qualificado nessa mesma área.

Tipos de Pelotões

Sumariamente, o pelotão é constituído para atender as necessidades de uma companhia ou de um batalhão. Sendo assim, os diversos tipos de pelotões estão, principalmente, em consonância com a sua localização.

No Brasil, existem centenas de pelotões. Pensando nisso, o Estratégia Militares trouxe para você alguns dos mais conhecidos. Confira!

A partir do sucesso dessas missões empreendidas na II Guerra Mundial, foi constatada a importância do adestramento militar de tropas reduzidas para que o alvo seja atingido com maior exatidão e velocidade. Desse modo, surgiram os PELOPES.

  • Pelotões Especiais de Fronteira: estão sediados distantes do escalão enquadrante e, por isso, possuem maior responsabilidade de decisão e de emprego operacional, além da autonomia administrativa. Existem dezenas de unidades espalhadas pelas fronteiras do país; só na Amazônia são 24 bases.
  • Pelotões de Polícia do Exército: são subordinados diretamente ao Comando de Brigada. Atualmente, existem mais de 30 Pelotões da Polícia de Exército distribuídos em todo o Brasil. Além disso, atuam na Garantia da Lei e da Ordem e possuem papel semelhante ao da Polícia Militar.

Agora que você já sabe tudo sobre os pelotões militares, continue acompanhando o blog do Estratégia Militares e faça parte do nosso pelotão de elite dos aprovados! Não perca tempo, clique no banner e saiba mais!

Texto: Jared Pereira

Você pode gostar também