Se você tem o objetivo de ingressar na Marinha Brasileira, o Estratégia Militares pode lhe ajudar com isso. Acompanhe o artigo e conheça um pouco mais sobre a Marinha do Brasil e os processos seletivos disponíveis.

Marinha Brasileira

A Marinha do Brasil é uma das instituições das Forças Armadas que contribui para a defesa da pátria e cumprimento da lei e da ordem em ambiente marítimo e em águas interiores. Trata-se de uma Força moderna com grande independência tecnológica.

A Marinha é a instituição mais antiga das Forças Armadas do Brasil, criada em 1736, pelo rei de Portugal e reorganizada por D. João VI em 1808. Desde então, a Marinha do Brasil teve participação em todos os conflitos que o país se envolveu, tais como: Guerra da Independência, Confederação do Equador, Guerra da Cisplatina, entre outros.

Quais as patentes da Marinha Brasileira?

A Marinha Brasileira, assim como as demais instituições das Forças Armadas, possui diversas patentes. O militar pode ser promovido de acordo com o tempo de serviço ou por prestar algum concurso interno. No entanto, o posto de Almirante só é provido em tempos de guerra. Veja abaixo os postos e graduações organizados por seus níveis hierárquicos:

Marinha do Brasil: Oficiais Generais

  • Almirante;
  • Almirante de Esquadra;
  • Vice-Almirante; e
  • Contra-Almirante.

Marinha do Brasil: Oficiais Superiores

  • Capitão de Mar e Guerra;
  • Capitão de Fragata; e
  • Capitão de Corveta.

Marinha do Brasil: Oficiais Intermediários

Capitão-Tenete.

Marinha do Brasil: Oficiais Subalternos

  • Primeiro-Tenente;
  • Segundo-Tenente; e
  • Guarda-Marinha.

Marinha do Brasil: Praças ou Graduados

  • Suboficial;
  • Primeiro-Sargento;
  • Segundo-Sargento;
  • Terceiro-Sargento;
  • Cabo; e
  • Marinheiro/Soldado.

Concursos da Marinha

Antes de escolher o concurso ideal para você, é importante entender os requisitos de cada um deles. Por isso, o Estratégia Militares separou algumas informações dos principais concursos da Marinha do Brasil. Confira a seguir:

Colégio Naval (CN)

Nível: Fundamental;
Idade: 15 a 17 anos;
Sexo: Masculino;
Local: Angra dos Reis, RJ;
Duração: 3 anos em regime de internato; e
Situação após a formação: Acesso à Escola Naval.

Escola Naval (EN)

Nível: Médio;
Idade: 18 a 22 anos;
Sexo: Masculino e Feminino;
Local: Rio de Janeiro, RJ;
Duração: 4 anos em regime de internato;
Situação após a formação: 2º Tenente; e
Formação: Bacharel em Ciências Navais.

Escola de Aprendizes Marinheiros (EAM)

Nível: Médio;
Idade: 18 a 21 anos;
Sexo: Masculino;
Local: Florianópolis, SC / Vitória, ES / Fortaleza, CE / Recife, PE;
Duração: 48 semanas em regime de internato; e
Situação após a formação: Marinheiro.

Soldado Fuzileiro Naval

Nível: Médio;
Idade: 18 a 21 anos;
Sexo: Masculino;
Local: Rio de Janeiro, RJ / Brasília, DF;
Duração: 17 semanas em regime de internato; e
Situação após a formação: Soldado.

Sargento Músico Fuzileiro Naval

Nível: Médio;
Idade: 18 a 21 anos;
Sexo: Masculino e Feminino;
Local: Rio de Janeiro, RJ;
Duração: 18 semanas em regime de internato; e
Situação após a formação: 3º Sargento.

Corpo Auxiliar de Praças (CAP)

Nível: Médio + Técnico;
Idade: 18 a 24 anos;
Sexo: Masculino e Feminino;
Local: Rio de Janeiro, RJ;
Duração: 17 semanas em regime de internato; e
Situação após a formação: Cabo.

Quadro Técnico de Praças da Armada (QTPA)

Nível: Médio + Técnico;
Idade: 18 a 24 anos;
Sexo: Masculino;
Local: Rio de Janeiro, RJ;
Duração: 79 semanas em regime de internato; e
Situação após a formação: 3º Sargento. 

Sobre o processo seletivo da Marinha do Brasil

Além da prova intelectual que exige conhecimento dos candidatos, todos os concursos possuem outras etapas que também são eliminatórias. Veja abaixo as etapas complementares comuns a todos os concursos:

a) Inspeção de Saúde (IS): verifica se os candidatos preenchem os padrões médicos de aptidão para a Carreira Militar na Marinha do Brasil.

b) Teste de Aptidão Física de Ingresso (TAF-i): presente em todos os concursos da Marinha. Exige que o candidato saiba nadar, já que irá ingressar em uma instituição responsável pelo ambiente aquático do país. Além da natação, ele também deve realizar a corrida.

c) Avaliação Psicológica (AP): tem o intuito de verificar se o candidato possui alguns requisitos exigidos para a carreira, tais como: raciocínio verbal, rapidez, aptidão numérica, inteligência, disciplina, aceitação de hierarquia, adaptabilidade, controle emocional e liderança.

d) Verificação de Documentos (VD): nessa etapa o candidato deve levar a documentação necessária para a matrícula de acordo com as exigências do edital do concurso prestado.

e) Procedimento de Heteroidentificação Complementar à Autodeclaração (PH): essa etapa só é realizada com os candidatos que se autodeclararam negros ou pardos no ato da inscrição do concurso. Ela é realizada para verificar a autenticidade da autodeclaração, analisando as características físicas do candidato.

Se você está pensando em se preparar para algum desses concursos, o Estratégia Militares pode lhe ajudar. Disponibilizamos aulas gratuitas em nosso canal do YouTube, além de oferecermos pacotes de cursos preparatórios para o seletivo de cada uma das instituições militares. Vem ser Coruja e garanta a sua aprovação!

Marinha Brasileira - Estratégia Militares
0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar também
Cursos Fuzileiro Naval
Leia mais

Cursos Fuzileiro Naval

Fundado no ano de 1966, na cidade do Rio de Janeiro, o Comando do Pessoal de Fuzileiros Navais…