Se você tem o objetivo de ingressar na Marinha Brasileira, o Estratégia Militares pode lhe ajudar com isso. Acompanhe o artigo e conheça um pouco mais sobre a Marinha e os processos seletivos disponíveis.

Marinha Brasileira

A Marinha do Brasil é uma das instituições das Forças Armadas que contribui para a defesa da pátria e cumprimento da lei e da ordem em ambiente marítimo e em águas interiores. Trata-se de uma Força moderna com grande independência tecnológica.

A Marinha é a instituição mais antiga das Forças Armadas do Brasil, criada em 1736, pelo rei de Portugal e reorganizada por D. João VI em 1808. Desde então, a Marinha do Brasil teve participação em todos os conflitos que o país se envolveu, tais como: Guerra da Independência, Confederação do Equador, Guerra da Cisplatina, entre outros.

Quais as patentes da Marinha Brasileira?

A Marinha Brasileira, assim como as demais instituições das Forças Armadas, possui diversas patentes. O militar pode ser promovido de acordo com o tempo de serviço ou por prestar algum concurso interno. No entanto, o posto de Almirante só é provido em tempos de guerra. Veja abaixo os postos e graduações organizados por seus níveis hierárquicos:

Marinha Brasileira: Oficiais Generais

  • Almirante;
  • Almirante de Esquadra;
  • Vice-Almirante; e
  • Contra-Almirante.

Marinha Brasileira: Oficiais Superiores

  • Capitão de Mar e Guerra;
  • Capitão de Fragata; e
  • Capitão de Corveta.

Marinha Brasileira: Oficiais Intermediários

Capitão-Tenete.

Marinha Brasileira: Oficiais Subalternos

  • Primeiro-Tenente;
  • Segundo-Tenente; e
  • Guarda-Marinha.

Marinha Brasileira: Praças ou Graduados

  • Suboficial;
  • Primeiro-Sargento;
  • Segundo-Sargento;
  • Terceiro-Sargento;
  • Cabo; e
  • Marinheiro/Soldado.

Concursos da Marinha Brasileira

Antes de escolher o concurso ideal para você, é importante entender os requisitos de cada um deles. Por isso, o Estratégia Militares separou algumas informações dos principais concursos da Marinha. Confira a seguir:

Colégio Naval (CN)

Nível: Fundamental;
Idade: 15 a 17 anos;
Sexo: Masculino;
Local: Angra dos Reis, RJ;
Duração: 3 anos em regime de internato; e
Situação após a formação: Acesso à Escola Naval.

Escola Naval (EN)

Nível: Médio;
Idade: 18 a 22 anos;
Sexo: Masculino e Feminino;
Local: Rio de Janeiro, RJ;
Duração: 4 anos em regime de internato;
Situação após a formação: 2º Tenente; e
Formação: Bacharel em Ciências Navais.

Escola de Aprendizes Marinheiros (EAM)

Nível: Médio;
Idade: 18 a 21 anos;
Sexo: Masculino;
Local: Florianópolis, SC / Vitória, ES / Fortaleza, CE / Recife, PE;
Duração: 48 semanas em regime de internato; e
Situação após a formação: Marinheiro.

Soldado Fuzileiro Naval

Nível: Médio;
Idade: 18 a 21 anos;
Sexo: Masculino;
Local: Rio de Janeiro, RJ / Brasília, DF;
Duração: 17 semanas em regime de internato; e
Situação após a formação: Soldado.

Sargento Músico Fuzileiro Naval

Nível: Médio;
Idade: 18 a 21 anos;
Sexo: Masculino e Feminino;
Local: Rio de Janeiro, RJ;
Duração: 18 semanas em regime de internato; e
Situação após a formação: 3º Sargento.

Corpo Auxiliar de Praças (CAP)

Nível: Médio + Técnico;
Idade: 18 a 24 anos;
Sexo: Masculino e Feminino;
Local: Rio de Janeiro, RJ;
Duração: 17 semanas em regime de internato; e
Situação após a formação: Cabo.

Quadro Técnico de Praças da Armada (QTPA)

Nível: Médio + Técnico;
Idade: 18 a 24 anos;
Sexo: Masculino;
Local: Rio de Janeiro, RJ;
Duração: 79 semanas em regime de internato; e
Situação após a formação: 3º Sargento. 

Sobre o processo seletivo da Marinha Brasileira

Além da prova intelectual que exige conhecimento dos candidatos, todos os concursos possuem outras etapas que também são eliminatórias. Veja abaixo as etapas complementares comuns a todos os concursos:

a) Inspeção de Saúde (IS): verifica se os candidatos preenchem os padrões médicos de aptidão para a Carreira Militar na Marinha do Brasil.

b) Teste de Aptidão Física de Ingresso (TAF-i): presente em todos os concursos da Marinha. Exige que o candidato saiba nadar, já que irá ingressar em uma instituição responsável pelo ambiente aquático do país. Além da natação, ele também deve realizar a corrida.

c) Avaliação Psicológica (AP): tem o intuito de verificar se o candidato possui alguns requisitos exigidos para a carreira, tais como: raciocínio verbal, rapidez, aptidão numérica, inteligência, disciplina, aceitação de hierarquia, adaptabilidade, controle emocional e liderança.

d) Verificação de Documentos (VD): nessa etapa o candidato deve levar a documentação necessária para a matrícula de acordo com as exigências do edital do concurso prestado.

e) Procedimento de Heteroidentificação Complementar à Autodeclaração (PH): essa etapa só é realizada com os candidatos que se autodeclararam negros ou pardos no ato da inscrição do concurso. Ela é realizada para verificar a autenticidade da autodeclaração, analisando as características físicas do candidato.

Se você está pensando em se preparar para algum desses concursos, o Estratégia Militares pode lhe ajudar. Disponibilizamos aulas gratuitas em nosso canal do YouTube, além de oferecermos pacotes de cursos preparatórios para o seletivo de cada uma das instituições militares. Vem ser Coruja e garanta a sua aprovação!

Marinha Brasileira - Estratégia Militares
0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar também
O que é um fuzileiro naval?
Leia mais

O que é um Fuzileiro Naval?

Tem o sonho de fazer parte da Marinha do Brasil? O Estratégia Militares apresenta a você a carreira…