Quer aprender tudo sobre um dos assuntos mais recorrentes nas provas do Brasil? Então, confira o artigo que o Estratégia Militares preparou sobre Fonética e Fonologia

O que é Fonética e Fonologia?

Ambas as palavras remetem ao som, mas não a qualquer som. Aqui, o elemento em foco é o som (fonema) emitido pelos seres humanos para se comunicarem por meio das palavras. Portanto, siga o Bizu Estratégico: para gabaritar questões de fonologia, é fundamental que a referência máxima seja o fonema e não a letra. 

Enquanto a Fonética se preocupa com os aspectos fisiológicos que permitem a fala, a Fonologia estuda os fonemas relacionados aos morfemas, às palavras e às frases e, por isso, é muito mais recorrente nas provas. 

Quais são os fonemas?

Dado que o objeto de estudo da fonologia é o fonema, é importante saber quais são esses sons. Os fonemas são classificados em vogais, semivogais e consoantes. Confira:

1. Vogais: são representadas por A, E, I, O e U;

2. Semivogais: são representadas pelos fonemas /i/ e /u/. Essa classificação ocorre quando há o encontro vocálico entre duas ou mais vogais. A mais forte é classificada como vogal e a mais fraca, semivogal; e

3. Consoantes: são representadas pelas letras B, C, D, F, G, J, K, L, M, N, P, Q, R, S, T, V, W, X, Z. 

Vale destacar que em caso de encontro vocálico, o “A” predomina como vogal e o outro fonema é classificado como semivogal. Além disso, o H não é classificado como consoante nem como vogal, uma vez que não possui som.

Como identificar Letras e Fonemas?

A diferença entre um e outro é basicamente a seguinte: enquanto o fonema representa o som, a letra é a representação gráfica do fonema. 

Portanto, para saber quantas letras e fonemas uma palavra tem, basta seguir os passos abaixo:

  1. Quantidade de letras: é sempre igual ao que você visualiza por escrito; e 
  2. Contagem dos fonemas: é baseada em quantos sons são produzidos pela letra escrita. Em CA-RRO são 5 letras e 4 fonemas, uma vez que as letras RR produzem um único fonema ㅡ /rr/. Já em TÁ-XI, são 4 letras e 5 fonemas, uma vez que o X pronunciado produz dois fonemas ㅡ /k/ e /s/.

O que são os Encontros?

Dentro de uma mesma palavra existem inúmeras ocorrências de encontros e separações. O encontro entre duas consoantes se resume em perfeito (inseparável) ou imperfeito (separável). O “cl”, de cli-ma, evidencia um Encontro Consonantal Perfeito. Já o “tm”, de rit-mo, é um Encontro Consonantal Imperfeito. 

O encontro e a separação vocálica são muito recorrentes na prova. Hiato, ditongo e tritongo fazem parte desse assunto. Confira a definição de cada um:

  • Hiato: sempre que houver uma separação entre duas vogais existe um Hiato. Ex: sa-ú-de, sa-í-da etc;
  • Ditongo: é o encontro entre duas “vogais”. A mais fraca será classificada de semivogal e a mais forte, vogal. Ex: fei-jão possui dois ditongos, o “ei” e o “ão”. Ambos são classificados como decrescentes por irem do mais forte (vogal) para o mais fraco (semivogal); e
  • Tritongo: é o encontro de três “vogais”. A mais forte, centralizada, é a vogal e as outras duas periféricas são as semivogais. Ex: pa-ra-guai possui tritongo, uma vez que o “uai” permanece junto na separação silábica. 

O que são os Dígrafos e os Dífonos?

Agora, chegamos onde mais interessa para a contagem de fonemas, o estudo do dígrafo e do dífono. Observando os seus nomes, podemos notar seus significados. Perceba:

Quadro Estratégico

DÍGRAFODÍFONO
2 letras emitem 1 som (fonema)1 letra emite 2 sons (fonemas)
Ex: ca(rr)o, bo(lh)a, ama(nh)ã, na(sc)er, (on)tem…  Ex: em tá(x)i e parado(x)al, o X equivale a KS. 

Cuidado! Um dígrafo não pode ser considerado um encontro consonantal, uma vez que o encontro consonantal ou vocálico é marcado apenas pelo encontro de dois sons, não duas letras.

Exemplo: car-ro é uma palavra cujas letras “rr” emitem somente um som, o /rr/. Portanto, não há encontro consonantal na palavra carro.   

Exercícios

1.(EsPCEx 2020) As palavras “paradoxal” e “orgulho” contêm, respectivamente, o mesmo número de fonemas de

A) inexorável e início

B) promessas e jovens

C) habitantes e cinismo

D) compreender e através

E) liberdade e prática

2.(EsPCEx 2017) Um mesmo fonema pode ser representado por letras diferentes. A sequência de palavras que ilustra esse conceito é:

A) taxa – máxima – afixar

B) oficina – praça – cela

C) presídio – lazer – execução

D) exercício – inexorável – exórdio

E) preso – sangue – asa

3.(CIAAR 2012) As palavras “infância”, “viesse”, “folha” e “lembrava” apresentam, respectivamente, a seguinte sequência de letras e fonemas.

A) 8 e 6 – 6 e 5 – 5 e 4 – 8 e 7

B) 7 e 6 – 6 e 5 – 4 e 4 – 8 e 8

C) 8 e 5 – 6 e 6 – 5 e 3 – 8 e 7

D) 8 e 7 – 5 e 6 – 4 e 5 – 8 e 6

4.(EsFCEx 2013 – Magistério Português) Assinale a alternativa correta.

A) A fonêmica leva em conta as variações, ou seja, os alofones, uma vez que tais variações distinguem um fonema de outro.

B) É a diferença articulatória e acústica que distingue dois fonemas.

C) Um mesmo fonema pode variar na sua realização.

D) Fonologia e fonética são disciplinas que se opõem, uma vez que a fonologia estuda as oposições e a fonética a natureza física e fisiológica dos sons da fala.

E) Existe uma identidade perfeita entre os fonemas e a maneira de representá-los na escrita.

Gabarito Estratégico: 

1- A. Cuidado! Na pronúncia correta de “Inexorável”, o X possui o som de Z.

2- C. O mesmo fonema Z é representado por letras diferentes no item C.

3- A. Para a contagem de letras basta visualizar a grafia. Quanto aos fonemas é preciso ter cuidado com IN, AN, SS, LH e EM, uma vez que cada um conta como um fonema só ㅡ /ĩ/, /ã/, /s/, /lh/, /ẽ/.

4- C. Um mesmo fonema pode variar, uma vez que um mesmo som pode ser produzido de maneira diferente por cada falante.

Gostou do texto? Então, não vacile guerreiro! Continue acompanhando o Estratégia Militares para obter os melhores resultados nas provas do Brasil inteiro! Não perca tempo, clique no banner e venha ser coruja!

Cursos AFA

Texto: Jared Pereira

Você pode gostar também